1 de nov de 2010

"Eu é que fiz isto"

Gostaria de postar para vocês umas das mais profundas lições de um Cristão: o aprender que Deus está por trás de tudo que acontece na vida de seus filhos. Estaremos sempre aprendendo isto até o fim de nossas vidas:

Segue abaixo o texto de Laura A. Barter Snow entitulado: "Eu é que fiz isto"

“Meu filho, tenho hoje uma mensagem para ti; deixa-me sussurrá-la em teu ouvido, para que ela possa dourar de glória quaisquer nuvens ameaçadoras que surjam, e aplainar os lugares pelos quais tenhas de trilhar. Ela é curta, constituída de cinco palavras apenas, mas deixa que elas penetrem no mais íntimo de tua alma; usa-as como travesseiro sobre o qual repousar tua cabeça cansada: Eu é que fiz isto.

Alguma vez já te ocorreu pensar que tudo quanto diz respeito a ti, diz respeito a mim também? Porque aquele que tocar em vós toca na menina do seu olho (Zacarias 2:8). Visto que foste precioso aos meus olhos (Isaías 43:4). Portanto, tenho deleite especial em instruir-te.

Quero que aprendas que quando as tentações te assaltarem e o inimigo chegar como um dilúvio, eu é que fiz isto; que tuas fraquezas precisam do meu poder e tua segurança está em me deixares lutar por ti.

Estás em circunstâncias difíceis, cercado por pessoas que não te entendem, que nunca consultam teu gosto, que te passam para trás? Eu é que fiz isto. Eu sou o Deus das circunstâncias. Tu não vieste ao teu lugar por acidente; esse é o lugar que Deus tencionava para ti.

Não pediste para ser feito humilde? Vê, então; coloquei-te na escola onde se ensina a lição; teus ambientes e companheiros só estão realizando a minha vontade.

Estás em dificuldades financeiras? É difícil viver dentro do orçamento? Eu é que fiz isto, porque sou teu tesoureiro e quero que saques e dependas de mim. Meus suprimentos são ilimitados (Filipenses 4:19). Gostaria que provasses minhas promessas. Que não se diga de ti: Mas nem por isso crestes no Senhor vosso Deus (Deuteronômio 1:32).

Estás passando por uma noite de tristeza? Eu é que fiz isto. Eu sou o homem de dores e que sabe o que é padecer. Deixei que os consoladores terrenos falhem contigo, para que voltando para mim, obtenhas consolação eterna (2 Tessalonicenses 2:16,17). Ansiaste por fazer alguma grande obra para mim e em vez disto foste lançado num leito de dor e fraqueza? Eu é que fiz isto. Eu não conseguiria prender a tua atenção em teus dias ocupados e eu desejava ensinar-te algumas de minhas mais profundas lições. Serve também aquele que apenas está a postos e espera. Alguns de meus maiores obreiros são os que se acham fora do serviço ativo, para que aprendam e empunhar a arma da oração.

Hoje coloco em tuas mãos este vaso de óleo sagrado. Faze uso dele livremente, meu filho. Deixa que cada circunstância que surge, cada palavra que te faz sofrer, cada interrupção que te faz impaciente, cada revelação de tua fraqueza seja ungida com ele. A dor da ferroada passará quando aprenderes a ver-Me em todas as coisas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário